Prestando Contas

Publicada em: 08/05/2013
Agnelo Queiroz afirmou que os próximos dois anos serão de intenso desenvolvimento para o DF, fruto do saneamento das contas e dos investimentos realizados desde 2011, informou em entrevista ao programa Frente a Frente, da Rede Vida. "Passei quase dois anos para limpar o nome do DF. Todos os CNPJs do Distrito Federal e quase todos os CNPJs das secretarias estavam inscritos em cadastros de inadimplentes. Eram mais de 190 inadimplências (quando eu assumi)", afirmou. Segundo o chefe do Executivo regional, os cadastros negativos impediam que o DF conseguisse financiamentos federais ou captasse investimentos no exterior. "Agora que temos a estabilidade no governo, as políticas estão funcionando. O governo vai andar mais rápido", completou. A reestruturação das contas da capital deve melhorar a vida de todos, inclusive dos habitantes da Região Metropolitana de Brasília (AMB). "Nesse período estávamos botando a casa em dia, agora poderemos ajudar muito mais (a AMB). São nossos irmãos, temos que oferecê-los o melhor", destacou. TRANSPORTES – Outra ação importante dos últimos anos foi a reorganização do transporte público, que incluiu a intervenção em uma das empresas do setor e a licitação para praticamente todas as linhas de ônibus. "Quando uma empresa começou a esvaziar completamente, a desabastecer a área norte da cidade, nós não tivemos dúvidas, não titubeamos, nós assumimos o comando de três empresas e que estão sendo administradas pela TCB, uma empresa pública", comentou. "Assumimos a empresa de gestão, que era a Fácil, que hoje é gestão pública. Fizemos a licitação do transporte público. É a primeira vez em 53 anos que a capital do Brasil faz uma licitação que a lei exige que faça", disse Agnelo Queiroz. O projeto está em fase final de implantação, e em breve os primeiros ônibus, mais modernos e ecológicos, estarão em circulação. "São cinco bacias, quatro já estão inclusive com o contrato assinado. Tenho certeza que até o final do ano toda a frota do Distrito Federal estará renovada", garantiu. ENERGIA – As quedas no fornecimento de energia em breve serão passado. "Os problemas que temos hoje são fruto da falta de investimento em transmissão. É preciso que se invista continuamente, não é uma ação única que vai resolver o problema", colocou o chefe do Executivo distrital. "Estou fazendo um investimento na CEB esse ano de R$200 milhões. O ano passado foram 160 milhões em investimento. (Um volume de investimentos que) nunca foi feito. Em 50 anos Brasília colocou 22 transformadores (em funcionamento). Em dois anos eu coloquei 21", completou. Agnelo Queiroz terminou a entrevista defendendo a transparência da administração pública: "é preciso ser radical na transparência. É obrigado a botar tudo (no portal da transparência), isso é uma decisão minha, do meu governo. Tudo precisa ser publicizado". Ainda segundo o governador do Distrito Federal, o sistema de divulgação das ações públicas do DF é referência no país, por isso, outros governos frequentemente visitam a capital para conhecer e levar o modelo para suas regiões.
<< Mais Antiga       Mais Recente >> Histórico de Noticias
TV Acic
Cursos
Filiados
Rádios Acic