<< Mais Antiga       Mais Recente >> Histórico de Noticias

Basta! Em defesa de Ceilândia


Basta! Em defesa de Ceilândia Por: Iris Santos A manipulação da mídia, conta com a falta de reação da população de Ceilândia diante dos estigmas típicos da região que prejulgam a cidade. Ceilândia é uma cidade grande, pujante, cujo centro é bem mais limpo e agradável que Taguatinga, por exemplo, que é depredado e sujo. Brasília ainda vive os velhos hábitos separatistas do início da capital. O panorama mudou, novas cidades surgiram, anexando outras conhecidas como Entorno. Cidades cuja fragilidade somada à condição socioeconômica de populações dos baixos estratos sociais, que somados, agregam em valores potenciais perfis violentos mais agravantes do que os encontrados em Ceilândia. A mídia não fala das brigas de gangues em Brasília, ou do trafico de drogas nas portas de escola do Núcleo Bandeirante, ou dos constantes sequestros no Lago Sul. Também não se vê alguns crimes hediondos no Itapuã, Varjão, Planaltina, Novo Gama e Águas Lindas. Muito menos dos delinquentes de Taguatinga, Gama, Guará. O "problema" de Ceilândia é ser Nordeste, é ser livre, é ter expressão. Uma cidade que tem Museu da história viva, Casa do Cantador, Escola de Samba, o Melhor São João do Cerrado, Sala de Teatro do SESC, Feira do Produtor, Entidades sociais ativas, Xadrez jogado nas ruas, Feira Livre, dentre outros como o Bar do Seu Otávio, cuja carne de sol é uma das melhores de Brasília. Ceilândia é uma cidade que tem opinião, alunos críticos, professores atuantes, projetos vencedores... Ceilândia é de fato uma cidade viva, na qual presenciei qualidade profissional inestimável no período de docência e um orgulho ímpar de fazer parte da comunidade. Ceilândia-DF, 22/01/14 A defesa é feita em função de: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=272527549572286&set=a.114834568674919.23021.100004451288273&type=1&theater&notif_t=photo_comment

Notícia publicada em: 22/01/2014

TV Acic
Cursos
Filiados
Rádios Acic